Vidro temperado ou Vidro Laminado?

Vidro temperado ou Vidro Laminado?

Conhece as diferenças entre vidro temperado e vidro laminado?

A verdadeira origem do vidro é incerta, mas há evidências que os antigos egípcios, cerca de 4500 anos AC, já utilizavam objetos feitos com esse material.

Durante esta longa vida, o produto teve diversas mudanças na sua linha de produção. O primeiro tipo criado foi o vidro comum. Só depois é que foram criados os processos de beneficiamento, que por sua vez passaram a agregar diversas características aos vidros.

Destas novas técnicas surgiram o vidro temperado e o vidro laminado. Junto ao comum, são os mais utilizados.

Vidro comum

Produzido a partir da sílica, sódio, cálcio, magnésio e outros compostos. Estes elementos são aquecidos a 1600 ºC até se transformarem em um líquido, que acaba despejado em uma banheira de estanho e fica boiando na superfície. Por fim, é resfriado até que se torne o vidro na forma sólida que nós já conhecemos.

Em seu formato padrão, o vidro comum é transparente, liso, duro e impermeável. Por ser mais frágil e quebradiço, hoje em dia é muito mais utilizado como base para ser beneficiado.

Os processos de beneficiamento do vidro comum fornecem diversas características, o transformando, por exemplo, em vidro temperado e vidro laminado.

Vidro temperado

vidro temperado é até cinco vezes mais resistente a choques térmicos do que o vidro comum mesmo com espessuras semelhantes. Não à toa é considerado um vidro de segurança e muito utilizado em aplicações estruturais autoportantes, que tornam desnecessário o uso de caixilhos.

O tratamento térmico de têmpera consiste no aquecimento gradativo do vidro até atingir a temperatura de 700ºC (estado plástico). Em seguida, o vidro é resfriado bruscamente. Este processo faz com que o vidro se torne ainda mais resistente à flexão e passe a suportar variações de temperatura de até 200ºC.

Uma questão importante a ser destacada é se o vidro temperado pode ser cortado?

Não, o vidro temperado não deve ser cortado.

Após passar pelo processo de têmpera, o vidro ganha muita resistência, mas acaba perdendo sua flexibilidade. Isso faz com que, ao ser cortado, partido ou perfurado, haja uma quebra do material com mais facilidade. Quando a tentativa acontece na região das bordas, a chance de quebra é ainda maior.

Por isso, a manipulação do vidro temperado precisa acontecer antes do processo de beneficiamento. Ou seja, o momento de fazer furos, cortes e acabamentos é antes de transformá-lo em vidro temperado. Assim é possível garantir a integridade e qualidade da peça.

A ductilidade é a propriedade que representa o grau de deformação que um material suporta até o momento de sua fratura. O vidro é pouco dúctil, ou seja, pouco maleável, mas cientistas descobriram uma forma de fazer com que um vidro seja dúctil – maleável e flexível, em vez de se quebrar na primeira pedrada.

É por este e outros motivos que sempre recomendamos fornecedores de confiança na hora de comprar seus vidros.

Portanto, é um vidro seguro para sua obra.

 

 

Vidro laminado

vidro laminado também é considerado um vidro de segurança. Este tipo de vidro é composto por duas – ou mais – placas de vidro unidas por uma – ou mais – camadas intermediárias de Polivinil Butiral (PVB).

Caracterísiticas:

Mais resistente a impactos do que outros tipos de vidro.

Película de PVB filtra até 99,6% dos raios ultravioleta.

Isolante acústico. A película é responsável por amortecer as vibrações sonoras.

Por unir duas ou mais placas de vidro, o vidro laminado pode combinar ainda outras propriedades.

E que pode criar uma peça ainda mais resistente e que auxilia no controle acústico e de iluminação, a peça ainda terá as qualidades do vidro temperado.

E qual é o melhor?

Um tipo de vidro não é melhor que o outro. Eles apenas possuem características diferentes e são funcionais de acordo com a necessidade de cada obra.

Isto vai dependere do tipo de projeto em que você está e qual será a função aplicada para o vidro em determinados locais. Se vai utilizar o vidro em um local sem caixilho, o vidro temperado deverá ser a escolha certa, já que pode ser aplicado desta maneira.

De outro lado, se você pretende aplicar um piso de vidro, o vidro laminado será a opção ideal para você. Muito mais resistente, ele com certeza atenderá à sua necessidade específica neste caso.

Podemos ver que não há como responder essa pergunta escolhendo um tipo ou outro do vidro. É por isso que a sua empresa deve trabalhar com ambos e fazer mais negócios, entregando sempre o que há de melhor para o seu cliente.

Conheça a ampla linha de vidros e espelhos que estão à disposição para transformar a sua obra. Entre em contato com o nosso time comercial ou clique neste link.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *